segunda-feira

.
.
.
.
fotografia © Joanna Nowakowska


tenho-te no tempo do peito. na errância da luz que não existe, encontro a verdade que sou.
.
.

“O Tempo é um rio que me arrebata, mas eu sou o rio; é um tigre que me despedaça, mas eu sou o tigre; é um fogo que me consome, mas eu sou o fogo.”Jorge Luís Borges in Obras Completas II, p.145, Teorema
.


.
“O Tempo é o espaço onde as coisas acontecem” - Santo Agostinho
.
.

9 comentários:

  1. No beirado do teu alpendre
    há um gato preto
    que me lambe o sol das mãos.

    À noite refugia-se nos sótãos
    e caça-me histórias
    de aves brancas fugidias.

    ResponderEliminar
  2. Teresa

    Tal como Fernando Pessoa, também não sei o que é o tempo.
    "Não sei o que é o tempo. Não sei qual a verdadeira medida que ele tem, se tem alguma. A do relógio sei que é falsa: divide o tempo espacialmente, por fora. A das emoções sei também que é falsa: divide, não o tempo, mas a sensação dele. A dos sonhos é errada; neles roçamos o tempo, uma vez prolongadamente, outra vez depressa, e o que vivemos é apressado ou lento conforme qualquer coisa do decorrer cuja natureza ignoro", Bernardo Soares em "O Livro do Desassossego".

    Mas pelo menos dizem-nos que é tempo de mudar de ano, por isso espero que o seu 2010 seja tempo de felicidade.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. um abraço, C.A.
    cá estaremos no eterno retorno, o tempo "novo" dos relógios; Bom Ano
    Teresa

    ResponderEliminar
  4. excelente poema, Centopeia, como sempre. obrigada.
    abraço,
    Teresa

    ResponderEliminar
  5. que façamos do tempo uma obra de arte, Benjamina, que é a melhor maneira de o "tocar" :)

    beijinhos,
    Teresa

    ResponderEliminar
  6. Mostrar-nos como viver o tempo interior é a sua arte, Teresa, sucessivamente, em tudo o que faz. Um grande Abraço
    LS

    ResponderEliminar
  7. Teresa
    Obrigada pelas obras de arte com que nos tem privilegiado, e espero que 2010 seja um óptimo ano para si.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Não resisto a partilhar, uma mensagem “urgente” que a Amiga Rejane me enviou; partilhá-la é o mínimo que posso fazer, possa ou não ser “prematura”, tamanha declaração:

    “Depois de uma séria e cautelosa consideração, gostaria de notificar a renovação do nosso CONTRATO DE AMIZADE, para o ano de 2010 e seguintes…

    “Nunca desvalorize ninguém…
    Coloque cada pessoa perto do seu coração
    Porque um dia você pode acordar
    E perceber que perdeu um diamante
    Enquanto estava muito ocupado a coleccionar pedras”

    [Mande este abraço para todos os que você não quer perder em 2010, adverte-me a Amiga Rejane: é meu dever, minha tão grande obrigação…]

    Um imenso abraço

    Leonardo B.

    ResponderEliminar

Etiquetas


fotografia © Anke Merzbach

Seguidores

"partir de uma memória equivale a partir do fim" - Rui Herbon